quinta-feira, 22 de março de 2012

Sem nexo...

Eu pensei no esperar,
Esperei tanto e espero 

O tempo é tão único
Ele é só meu

Digo tanto
Digo o que ninguém ouve
Quem me ouve?
Quem me sente?

Sábias palavras
Quando dizem que só eu
Posso me ouvir
Posso me sentir

E de fato
É uma solução

Afinal
É triste o querer

O querer de alguém

Gostaria de muito dizer
Mas minhas palavras
São soltas como o vento

Não penetra
Não muda
Só passa

E eu novamente fico
Fico à observar

O que é a paz, sem o amor?

Me retiro do pensar
Quero o silêncio

Só o silêncio
Me faz lembrar
Que não preciso ser nada 
preciso ser feliz.

By:Mah

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Sabbats

Vou escrever aqui um pequeno resumo sobre os Sabbats da Wicca. Religião que tem sido extremamente importante na minha vida nos últimos tempos, começarei por Yule e darei continuidade conforme a roda, lembrando que não vou informar sobre as características ou rituais. Vou simplismente transmitir o que senti em relação à cada um deles.

 
Yule

O Yule é um sabbat de renovação. Porque celebra o nascimento da Criança Prometida, é o Deus Sol que retorna à vida, o bebê que ao crescer tornará a terra mais fértil e a vida mais próspera. No dia do Solstício de Inverno temos a noite mais longa, porém nos dias que seguirão o dia começa a ganhar domínio, se tornando mais longo de forma muito sutil, a luz começa a retorna aos poucos, as sementes começam à crescer quase que imperceptivelmente sob nossos pés.Tudo aos nossos olhos são sombras e frio, mas é nesse exato momento que a Roda se renova.
Sendo assim, quando se celebra Yule, nos deparamos com o recomeço..Em nosso interior é o momento de começar a planejar, rever tudo que foi, e pedir que cada novo ideal seja iluminado pelos Deuses e que cresçam junto à Eles. É o momento de renascer para novas fases e etapas, sem medo, porque o Grande Pai está nesse processo também, e a Mãe está na plenitude de sua mternidade.Yule é a certeza da luz que retorna, é a reciclagem da nossa vida, a esperança de dias melhores mesmo diante dos problemas e da dor, é a oportunidade que os Deuses nos da vivendo através deles à cada ano que passa.


Imbolc

Posso dizer, que Imbolc foi sem dúvida o sabbat que tive mais dificuldade para absorver o significado, não posso dizer que existe um motivo claro para isso. Deve ser apenas uma questão pessoal. Entretanto eu vou tentar esclarecer tudo que senti em realação à esse rito, que é sem dúvida dedicado em grande parte à Deusa Brigit grande Senhora da Luz, Deusa de face tripla, muito inspiradora. Imbolc nos traz os primeiros respiros da nova vida. O Deus é extremamente jovem. E a Deusa está se transformando, passando de mãe para virgem, de forma muito delicada também.
Para mim Imbolc tem significado muito semelhante à Yule, afinal o Deus está se desenvolvendo e a terra passa pelo mesma coisa. Celebrar Brigit é essencial porquê ela traz sabedoria,para que possamos plantar a semente certa. Por esse motivo é necessária a purificação física e espiritual, porquê não tem como entrar coisas novas na nossa vida se mantemos as velhas, principalmente as que não nos acrescenta nada.
Assim sendo Imbolc é literalmente a hora de levantar de vez e sacudir a poeira, para que possamos dar o nosso melhor.


Ostara

Ostara é sem dúvida um dos sabbats mais belos, afinal tudo ganha cor e a vida brota. O Deus é um jovem vigoroso e a Deusa senhora da fertilidade, sendo tida nessa época como Eostre. O Equinócio de Primavera traz frescor e alegria, as flores retornam e na nossa vida é época de fortalecer nossos planos, pedir para que os Deuses os tornem férteis.As coisas vão crescendo e ficando prontas para se concretizar. O dia e a noite novamente entram em equílibrio, e nós também temos que fazer o mesmo.
Em suma então, Ostara é assim, rico, belo, momento em que tudo está pronto para florescer, a luz se faz cada vez mais presente e temos que não só colocar a mão na massa, como festejar a vida se desenvolvendo.


Beltane

É díficil e ao mesmo tempo muito fácil falar de Beltane. Afinal é a união da Deusa e do Deus, o auge da Primavera, tudo está desabrochando e logo o Verão irá chegar, se fossémos comparar à um fruto é o momento em que ele está verde, cheio de sumo. É a hora em que nossos planos devem ser posto em prática, ou seja é a hora da ação e motivação. Beltane é a festa da vida, é a juventude e o calor dos sentimentos, aos poucos começamos a nos deparar com a maturidade, é o adeus que todos damos à infância e a inocência. Começamos a ter mais ciência de tudo, inclusive de nós mesmos e do mundo em que vivemos.


Litha

Litha é o sabbat onde tudo ganha potencialidade.O Deus está no seu auge, e a vida fervilha, o poder está em alta. Nossas planos enfim amadurecem e por isso devemos saber apreciar nossas conquistas, porém ao mesmo tempo devemos encarar as coisas com mais humildade, afinal é a partir desse momento que o Deus começa a declinar, e começamos a ganhar consciência de que apesar de tudo estar muito bem, um dia as coisas declinarão e os momento de crise irão chegar. Por isso é essecial abosorver os ensinamentos de tudo.Temos o dia mais longo do ano, só que a partir de então as noites começarão a ficar mais longas, como o que ocorre em Yule só que no sentido inverso, já que um se trata do nascimento do Deus e o outro o começo do fraqueza do mesmo.
Litha é assim, alegria, calor, o Deus está reinando, e devemos celebrar muito isso, mas sem esquecer de nos tornamos mais maduros.


Lammas

Lammas é o primeiro sabbat de colheita. Não só no sentido do que se colhe da terra, mas essencialmente do que colhemos na vida, é quando começamos a colher os frutos de nossas ações. E devemos novamente parar e refletir, observando aquilo que estamos conquistando de ruim e bom e ir aprendendo com isso. O Deus está em declínio, e isso se trona cada vez mais peceptível, sua viagem ao País do Verão está cada vez mais próxima, a Deusa vai se tornando anciã. É tempo de prosperidade e mesa farta.Além disso é um rito de agradecimento e novamente celebramos a vida os Deuses e tudo que eles nos dão.


Mabon

Mabon é o segundo sabbat da colheita. E agora mais do que nunca devemos agradecer, inclusive derrama-se leite sobre a terra em sinal disso. O Deus está enfraquecido e as plantações vão se extinguindo. Aos poucos vamos nos voltando para nós mesmos. É uma boa data para invocar espíritos guardiões e familiares. Sendo Equinócio de Outono mais uma vez pedimos equílibrio já que a noite e o dia tem a mesma duração, é mais uma época de reflexão. Sendo um sabbat representando pelo Deus celta Angus, é bom pedir amor e acolhimento. As sombras vão se anunciando, a Deusa e o Deus vão se tornando mais sombrios e cada vez mais velhos. É importante pensar naquilo que foi adquirido, sejam vitórias ou fracassos. Nós absorvemos tudo que podíamos da vida,por isso ficamos literamente mais na nossa.Mesmo perante isso ainda sim devemos celebrar muito, porque não só estamos fartos de alimentos, como também de conhecimento e amor, que os Deuses em suas respectivas grandezas doaram para nós.


Samhain

Samhain marca o recomeço da vida na morte, quando tudo que nada nos acrescenta é deixado para trás.Ou seja quando nossa essência purga todos os males, renascendo. É o ano novo bruxo, quando pedimos para nossos ancestrais e protetores força para a nova vida, aliás é durante esse rito que nós os homenageamos. Somos levados a celebrar a purificação que só a morte traz. Sem dúvida é um dos sabbats de maior poder, pois nos conecta diretamente com um dos ápices de nossa existência cíclica. Tudo isso é refletido na figura do Deus que morre se tornando o Rei das Sombras, e que ao mesmo tempo se prepara para renascer em Yule.Quanto à Deusa , Ela também é Senhora das Sombras e busca seu consorte no outro mundo.
Resumindo, Samhain é o momento de expurgo, é a celebração do fim de um ciclo e começo e de outro, estamos vivendo nas sombras, porém não esquecemos que a cada momento estamos mais perto de alcançar a luz novamente, mesmo que de forma singela, no Deus que nascerá no próximo sabbat.

Blessed Be!!!



domingo, 28 de agosto de 2011


A Razão Da Minha Fé
Por razões, que de certo
A própria razão desconhece
Me vi chegando em um novo mundo.
Onde diante à própria maravilha
Se faz o mistério, o desconhecido
Essência de nosso espírito
O pilar inalterado de muitos
A redenção de poucos
Sangue da Terra, o segredo dela
Pessoalmente, um grande desafio
Talvez a simples missão
Meu medo inexplicável
O temor de ser derrotada
Pela parte mais divina do meu ser
O meu melhor
Afinal sucumbir diante de nós mesmos
É alegar que nos fazemos pouco
Ante esse universo infinito
Por isso me perco
Me perco na eterna insegurança
De não me amar
E por vez, não amar
As coisas mais importantes
Da minha vida rica em palavras
E pobre em sentido
Porém, diante o novo mundo
Uma porta se abriu
Sinto que no fundo
Lá nas profundezas da minha alma
Algo enfim pode despertar meu ser
É nessa pequena esperança
Que apoio o pouco de paz que me resta
Diante esse turbilhão de dor e fraqueza
É nesse ponto de luz que me rege
Mesmo diante todo receio
Que espero ser encaminhada
Nessa água límpida e fresca
Nesse espectro dourado
Nessa força tão delicada
Esse amor descomunal
Que inunda meu ser
A mãe do mundo
Que fez de mim sua filha
Sendo eu parte dela
E ela parte de mim
Razão de fato não explicaria
O porque do meu destino e minha fé
Já estarem em suas mãos benditas...
Minha Mãe!
By:Mah

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

No lugar certo



Meus olhos se fecham
Ouço palavras incomprensíveis
E sonho, sem saber
Se estou dormindo,ou desperta

Está tudo tão perto
E ao mesmo tempo tão distante
Custo à acreditar
Nunca mais acreditarei

Mas aquele calor
O cheiro
Minha mente
Tem sido a pior inimiga

Não espero por nada
Não sofro mais
Talvez meu coração
Tenha se fechado de vez

Sem ter a questão
Do bom ou do ruim
É só ponto de vista
Um jeito de viver

Não sou mais infeliz
Só anseio o dia
De poder olhar o mar
E esquecer.



By: Mah

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Dezoito


Se as palavras tampassem os vazios
Estaria cheia de mim mesma
Toda hora medindo atitudes
Sim é uma merda

O controle é incontrolável
E a vontade é esquecer dos dias
Vendo eles se tranformando
Em uma massa de verdades hipócritas

Que eu digo para os outros
E espero que os outros digam pra mim
Quando a única verdade
É que ninguém de fato é feliz

Isso soa revolta e tristeza certo
Mas não é
É só o imesurável contato com a realidade
Tão óbvia, tão dura

Como o concreto
Cinza e indigestos
Da nova cidade que devo engolir
Com suas poucas cores e muitos valores

Que eu prefiro esquecer
Diante das minhas múltiplas personalidades
Que surgem como pequenos oasís
Onde me iludo e me destruo

E o resto é só resto
Uma mulher nasceu de dentro de mim
Quando menos esperei
E não sei por quanto tempo à aguentarei

Não que eu não tenha me aguentado todo esse tempo
Porém agora descobri que a vida me enganou
E o que era ruim ficou suportável
Diante dessa estúpida vida "adulta".


By:Mah

terça-feira, 21 de junho de 2011

Tênue


No dia que vi a chuva cair
Esperava que meus passos
Marcassem a terra

Que minhas lágrimas
Inundassem o Mundo
Em um desalento profundo

Porém nada foi feito
Nem emoções brotaram
Quando as flores murcharam

No dedilhar das notas
Minha música
Não foi a mais bela

A voz do meu corpo
Não era o canto
De minha alma

Não precisei me ocultar
Pois ao oculto
Eu já pertencia

Quando na sombra
Daquela figueira
O Sol se opôs à mim

Em declínio profundo
A Lua surgiu
Cobrindo meu Mundo

Foi quando olhei pra ti
E decidi
A minha sina

O peso dos meus lamentos
A incoerência do meu amor
O temor em meus dias

Fechei meus olhos
E senti a brisa
Me sacodir

A vida estava ali
Mesmo diante da morte
Que insistia em sorrir.

By:Mah

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Renascida


Se a verdade
Existesse em sonhos
Sonhar já não poderia

Pois a verdade
De minha vida
Se foi com sua partida

Que pesadelo se fez
Me prendendo
Em um vale escuro

Onde as trevas
Eram reflexos
Da dor incontida

A raiva amordaçada
Negra, implodida
Não se desfazia

Lágrimas
Já não existiam
Tudo era seco

Alma seca
Caída em desgraça
Na sua mentira

Pior que morte
Um fogo que corroia
Desalentada, fria

Grito anunciado
Desabafo ouvido
Loucura apropriada

O desfecho esperado
Centelha divina
Uma luz pequenina

Discreta oração
Ponte da vida
Enfim, a esperança renascida.


By: Mah


quinta-feira, 16 de junho de 2011

Falta


Sinto uma falta

Sem cabimento

E com nenhum fundamento


Não existe um rosto

Não existe um lugar

Pra essa falta


Pois é a falta de vida

Em minha alma

Que não tem mais lágrimas



Pois o siginificado secou

Se arriou, distendeu

Pra onde foi?



Não foi

Não será

Só se perdeu


Talvez, quem sabe

Em algum lugar do universo

Encontrado seja


Daqui alguns anos luz

Na branca Lua

Ou nos confins de um fogo eterno


Do que importa

Tudo importa

Menos à mim


Não, não sou infeliz

Mas me pergunto

Onde está minha felicidade


Não está

Nunca esteve

Só esteve em segundos


Segundos preciosos

Em que a falta

Já não faltou mais.


By: Mah

quinta-feira, 26 de maio de 2011

O Jardim de Cada Um


Triste é o fato de ainda existir pessoas que despertam nosso pior lado, nosso lado inescrupuloso, que sente ódio, que tem sede de vingança que faz das mágoas um veneno ferindo a alma, esse tipo de pessoa não precisa ser ruim, mas ela simplismente não pode fazer parte da vida de quem sente esse tipo de sentimento por ela, ela tem que ser aparada, como se aparam as flores que não combinam em um jardim, essas flores devem ser replantas em jardins onde elas se encaixam melhor com sua caracteristicas, cor e aroma e devemos nós como jardineiros esperar que essa flor replantada em outro jardim cresça e fique cada dia mais bela e forte.

Agora quando se trata das flores do nosso jardim cada uma tem um lugar especial no nosso coração, elas com sua beleza, que brilham tanto aos nossos olhos devem ser valorizadas porque alegram nosso vida, são como aquelas pessoas que simplismente combinam com a gente, que fazem mesmo o dia mais melancólico, ganhar uma certa cor, um ânimo, nos fazendo rir e nos sentir queridas e valorizadas por aquilo que somos, essas pessoas que são as flores do nosso jardim e merecem gratidão por simplismente existerm em nossas vidas.


Muito Obrigada aos meus amigos e familiares aos quais amo muito!!!

domingo, 22 de maio de 2011

Lua Adversa



Tenho fases, como a lua
Fases de andar escondida,
fases de vir para a rua...
Perdição da minha vida!
Perdição da vida minha!
Tenho fases de ser tua,
tenho outras de ser sozinha.

Fases que vão e que vêm,
no secreto calendário
que um astrólogo arbitrário
inventou para meu uso.

E roda a melancolia
seu interminável fuso!
Não me encontro com ninguém
(tenho fases, como a lua...)
No dia de alguém ser meu
não é dia de eu ser sua...
E, quando chega esse dia,
o outro desapareceu...

By:Cecília Meireles

terça-feira, 10 de maio de 2011



Tudo e Nada



Quando a tarde se foi


E a noite decaiu sobre nós


Pude sentir as estrelas nos observando



O mar já não tinha ondas


A maresia trazia junto a si própria


O aroma adocicado de dama-da-noite



E tudo jazia em paz


O vento sussurava


E abraçava suavemente o coqueiral



Que nos encobria delicadamente


Como uma mãe acarinhando um filho


Mesmo depois de uma travessura



A areia estava levemente úmida


Fresca para aquele noite quente


E macia tentanto nos fazer um convite



Que por nós foi aceito


Sentada, encostada em ti


Me deparo com o assento perfeito



Seus braços me circundam


Me acalmam, são como dois pilares


E eu sei que nada os transpaça



Protegida, foragida, feliz


Eu me encontro


Como se nada mais restasse



Porque todo o Mundo


Se encontra nesse momento


Nesse lugar, aqui no nosso coração



E de dentro de nós


Sai um pequeno ponto brilhante


E tudo se faz luz



É calor e é frio


É o Sol e a Lua se unindo


É o universo se desintegrando



E tudo se silencia


Já não somos dois, mas sim um


Como a única face de um ser perfeito.




By:Mah

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Ser por Ser



Surgiu um dia

Que o homem

Sua essência perdeu


Foi nesse dia

Que cego

Ele ficou


Os sentimentos

Vistos

Deixaram de ser


E tudo

Perdido ficou

E a guerra chegou


Não pensem

Meus caros

Em bombas e mortes


Só pensem

Em quem são

Quem vocês são?


Nada são

Sabem por quê?

Não reconhecem


O mais simples

O verdadeiro

O mais puro amor


Insenssíveis

À beleza

À bondade


Acima de tudo

Intocados

Pela magia


A magia

De se integrar

Ao Mundo


Sem esperar

Que o mesmo

A vocês devolva algo


Clamem

Festejem

Abençoem


A natureza

A pessoa ao seu lado

E todo universo


Olhem a vida

Ela corre por vocês

Ela é única


E em sua eternidade

Da à vocês

A oportunidade


De simplismente

Serem felizes

Só por amarem alguém!!!


By:Mah

sexta-feira, 22 de abril de 2011


Quem sabe?
Voltar no tempo
Ainda não nos é possível
Infelizmete eu diria

Sinto falta de coisas bobas
Que para muitos é insignificante
Mas sinto

Essa história
Se estendeu demais
Mas o que posso fazer?

Não foi a intenção
Ou foi, não sei
Na verdade nada sei

Só sei que doeu
E ainda dói
Mas como fugir?

Chega a sér hilário
Não quero ser rica
Ou ter posses e poder

Só queria sentir
O que lia no livros
Ou via nos filmes

Queria me apaixonar
E morrer por esse amor
Fazer loucuras

Viver aventuras
Dramas
Fui por demais influenciada

Me obriguei a sofrer
E imaginar coisas
Que nunca vivi

Em uma busca
Mas busca do que?
Uma forma de tapar o buraco

Então eu criei
A minha história
Os meus sonhos

Mas o pior
É a impressão
De nunca poder tapar-lo

Não sei do futuro
E a única coisa a fazer
E me agarrar a ele

Talvez o buraco se feche
Ou alguém o feche
Quem sabe?

Ninguém sabe
Deus sabe
Talvez um dia Ele nos deixe saber.
By: Mah

quarta-feira, 20 de abril de 2011

quarta-feira, 13 de abril de 2011

terça-feira, 12 de abril de 2011

Minha futura Tatto...


Obs:Depois de algumas melhorar minha futura tatuagem!!!

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Ao Vento...



Obs: Meu lindo(horrível) desenho...rs!!! Talvez eu faça mais vezes isso!!!

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Carta

Já faz tanto tempo, o seu rosto está sumindo da minha mente, como a fumaça do restos de uma fogueira recentemente apagada, a sua presença está mais distante, e parece que quanto mais distante você fica, mas distante o amor fica também, e eu vou me perdendo, as vezes me sinto tão feliz por não sofrer pela sua falta, por poder sentir a vida dentro de mim sem precisar de ninguém, mas a medida que a noite avança, que a escuridão se abrange um vazio toma conta de mim, um buraco negro engolindo meus sentimentos, engolindo a mim mesma. Ouvindo canções me deixo levar, me entrego, se é realidade ou apenas um sonho já não importa mais, é o que me faz encontrar um pouco da falsa felicidade. Eu sei que é só o momento, um dia passa e talvez eu ria de toda essa loucura que vivi, por esperar o inesperável. Mas até lá o que eu faço? Só sei amar com você dentro de mim, e eu não sei ficar sem amar, resumindo eu não sei ficar sem você, me diz o que eu faço? É errado eu sei, ainda mais lidando com a possibilidade de você só ser fruto dessa minha mente sem noção, fico pensando se em algum momento eu concordei em nascer completamente louca.Você sabe e eu não preciso dizer que você foi a pior coisa que aconteceu na minha vida, se você não tivesse aparecido naquela noite, eu provavelmente hoje estaria namorando um cara bem legal e tentando ser feliz, mas você apareceu e mexeu comigo, não sei se algum homem vivo vai ser capaz desse feito, mas você foi, isso prova a força da minha mente. Só quero que saiba que sinto sua falta, sinto mesmo, tento ser paciente, tento me contentar em imaginar nós dois em uma praia vendo nossos filhos correndo pela areia, um sonho antigo esse não? Sonho com nosso momento de paz, de plena paz, sonho em sonhar com seu rosto novamente, seria um grande presente, mas agora só é me permetido querer esses sonhos, o que me torna a maior das Sonhadoras, eu te aguardo, e sei que em algum momento teremos nosso momento de plena paz, meu anjo!!! Agora só fica a pergunta, onde está você além de aqui dentro de mim? De sua eterna, Te amo!!!
Fluir






Tudo podia ser diferente

Mas não foi

O impulso é a arte do acaso



Quando me ponho a escrever

Começo a me cansar

Me cansar de quem sou



E me cansar

De pensar e sentir

Sempre as mesmas coisas



A mesma confusão

Os mesmos conflitos

Tentando buscar o equílibrio



De vez em quando

É preciso refletir, meditar

Implantar a razão



Mas parece que temos preguiça

De melhorar

De esquecer o que foi



Podemos

Quem sabe nos sentar

Em um verde parque



Olhar as flores

Esperar a chuva cair

E deixar tudo pra trás



Lutar pelos bons sonhos

Despertar o simples

Ninar o complicado



Enfim, ser feliz

E se deixar fluir

Como as ondas do pacífico mar.



By:Mah

terça-feira, 5 de abril de 2011

Sinfonia dos Sonhos



video


Os planos E os sonhos que ardem em nós Diamantes no fundo De um rio a rolar Cometas pelo céu Os sonhos são assim Esssência à luz das constelações A plenitude,e o fim. Segue a nave-vida Pelo azul E os nossos desejos vão além. Teu corpo,alegre Rolado ao meu A vida,pulsando Á luz dessa manhã Um novo mundo vem Nós estaremos lá Nas praias de um futuro bom Grãos de areia à brilhaaar.

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Vagalumes



video


Vagalumes brilhavam nas estrelas Tentavam comovê-las, apaixonadamente Essa história começa quando um dia sentir sua magia Pulsando em minha frente Alegria e medo se juntaram dentro do meu peito onde um Coração não sabia o que havia acontecido mais, aquilo Só podia ser paixão Amores que se acendem ao céu azul se rendem mistérios E perfumes dos seres vagalumes que fazem da noite o Seu sertão cercado de beleza e luzes... Hummm... Alegria e medo se juntaram dentro do meu peito onde um Coração não sabia o que havia aconcetecido mais, aquilo Só podia ser paixão Amores que se acendem ao céu azul se rendem mistérios E perfumes dos seres vagalumes que fazem da noite o Seu sertão cercado de beleza e luzes...

quarta-feira, 30 de março de 2011

Fuckin' Perfect


video


Made a wrong turn Once or twice Dug my way out Blood and fire Bad decisions That's alright Welcome to my silly life Mistreated, misplaced, missunderstood Miss know it, it's all good It didn't slow me down Mistaken, always second guessing Underestimated, look I'm still around Pretty pretty please don't you ever ever feel Like you're less than fucking perfect Pretty pretty please if you ever ever feel Like you're nothing you're fucking perfect, to me You're so mean When you talk, about yourself You're wrong, change the voices In your head Make them like you instead So complicated Look how we are making Filled with so much hatred Such a tired game It's enough, I've done all I can think of I've chased down all my demons I see you do the same Oooh oooooh Pretty pretty please don't you ever ever feel Like you're less than fucking perfect Pretty pretty please if you ever ever feel Like you're nothing you're fucking perfect, to me The whole world is scared so I swallow the fear The only thing I should be drinking is an ice cold beer So cool in lying and we tried tried tried But we try too hard, it's a waste of my time Done looking for the critics, cuz they're everywhere They don't like my jeans, they don't get my hair Stringe ourselves and we do it all the time Why do we do that? Why do I do that? Why do I do that? Yeah Ooooh Ooh, pretty pretty pretty Pretty pretty please don't you ever ever feel Like you're less than fucking perfect Pretty pretty please if you ever ever feel Like you're nothing you're fucking perfect, to me You're perfect You're perfect Pretty pretty please if you ever ever feel Like you're nothing You're fucking perfect, to me

segunda-feira, 14 de março de 2011

Metamorfose


Curioso no mínimo
Tanta coisa acontecendo
E nós vamos ficando

Quando nos transformamos
Ficamos observando nós mesmos
Esperando

Será que foi por um minuto
Alguns meses quem sabe
Ou anos

Como se isso realmente importasse
A vida é um metarmorfose diária
Agora me pergunto, quando foi que eu mudei?

De doce pra amarga
De sútil pra incesiva
De sonhadora pra realista

Talvez só por via das dúvidas
Ou das certeza
Por que não?

Eu seja simplismente
Tudo isso junto
Pouco mais, pouco menos

São só pontos de vista
Mas o mais fascinante
E que em essência, inalterada permaneço

E isso é impolgante
Os outros
Já não são mais os outros

Sombras de carne e sangue
Alicerces que sustentam
Tempestades que derrubam

O que não muda
E o se abrir nas palavras
E o se fechar nos atos

É, eu ainda sou eu mesma
Quanto egoísmo de minha parte
Vivendo de suspiros e tapas

Pelo jeito o tempo passou
O casulo se abriu
Mas a borboleta ainda não voou.

By:Mah

quarta-feira, 2 de março de 2011


Desconexos

São tantas mentiras sendo ditas
Tantos desejos sendo repelidos
Tantos sonhos sendo esquecidos

Cada dia se anuncia um Sol
Ou uma nuvem cinza
Aguardando para despejar
Sua chuva limpida e fria

Cansamos de seguir regras
Melhor conselheira é a mente
Que se deixa guiar pelo espirito

Esperamos demais
Quando nada tinhamos a oferecer
Foram feita escolhas
E o passado ficou pra trás

Mero passado
Cansamos de usa-lo
Refugio de nós não é mais

Explodir, chorar se esgotar
Será possível
Olhando assim
Vamos esquecer

Vamos cantar rir, nos expandir
Somos bailarinos da vida
Que sinousa
Nos derruba, uma, duas, mil vezes

Vamos e ficamos
Queremos e podemos
Será que podemos?

Em segundos
Já não podemos mais
Quanta beleza
Felicidade e tristeza uma só se faz.

By:Mah

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O Que É, O Que É

video
E a vida?
e a vida o que é diga lá, meu irmão?
ela é a batida de um coração?
ela é uma doce ilusão?
E e a vida...

Ela é maravilha ou é sofrimento?
Ela é alegria ou lamento?
O que é, o que é meu irmão?

Há quem diga que a vida da gente
é um nada no mundo
é uma ponta, é um tempo
que nem dá um segundo
há quem fale que é um divino
mistério profundo
é o sopro do criador
numa atitude repleta de amor
Você diz que é luta e prazer
ele diz que a vida é viver,
ela diz que o melhor é morrer
pois amada não é
e o verbo sofrer

Eu só sei que acredito na moça
e na moça ponho a força da fé
somos nós que fazemos a vida
como der ou puder ou quiser

Sempre desejada
por mais que esteja errada
ninguém quer a morte
só saude e sorte

E a pregunta rola,
e a cabeça agita
fico com a pureza da resposta das crianças
é a vida, é bonita e é bonita

Viver, e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar, e cantar, e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz
Eu sei, que a vida devia ser bem melhor, e será!
Mas isso não impede que eu repita:
É bonita, é bonita e é bonita.